Julhia Marqueti – Assessora de Comunicação

A tarde de hoje, 22, foi marcada por fortes emoções para os torcedores prudentinos. O Grêmio Prudente entrou em campo contra o Assisense, em Assis, em jogo válido pela nona rodada do Campeonato Paulista da Segundo Divisão.

A partida, que também marcava ao penúltimo jogo da fase de grupos, era essencial para que o time prudentino se classificasse para a próxima fase. O jogo, também era essencial para que o time adversário conseguisse avançar. Ou seja, era briga direta na tabela.

Aos 35 minutos do primeiro tempo, o Grêmio Prudente viu o time adversário converter um pênalti e abrir o placar. 12 minutos depois, o Carcará teve a chance de empatar a partida em outro pênalti, porém, Neto Acará desperdiçou a chance. Sendo assim, restou a segunda etapa para que o time prudentino buscasse a vitória e, consequentemente, a classificação para as oitavas.

Logo aos 10 minutos do segundo tempo, Neto deu lugar para Lucas Silva, no ataque gremista. O camisa 11 deu trabalho para a defesa do time adversário e foi ele quem sofreu a falta que daria origem ao gol de empate do time prudentino. Em falta cobrada por Wallace, na esquerda do campo, Diego Landis subiu sozinho para cabecear e marcar o primeiro gol gremista no jogo.

A virada poderia ter vindo aos 37 minutos, quando Wallace levou a melhor na velocidade pela lateral direita. Mas foi marcado o impedimento do jogador prudentino. A luta do Grêmio Prudente seguiu até o penúltimo minuto do jogo, quando, aos 44 minutos, Igor Bolt recebeu a bola e aproveitou de cabeça para ampliar o placar.

Para o jogador, foi difícil explicar o sentimento após marcar o gol da classificação. “O gol é o momento mais feliz do futebol e o grupo todo está de parabéns; A gente sabia que ia vir pra cá, que ia ser um jogo difícil, saímos atrás e não perdemos a cabeça e conseguimos fazer a virada, graças a Deus”, afirma o atacante.